Buscar
  • Diego Garcia

A integração da Galiza na JUPLP

Atualizado: 29 de abr.

A Galiza foi integrada à JUPLP (Juventude Unida de Países de Língua Portuguesa) em novembro de 2021. A JUPLP formalizou em novembro de 2021 a integração da Galiza, atualmente localizada no Estado espanhol, como território de fala portuguesa ou lusófona ao passar a formar parte deste movimento de jovens lusófonos. A primeira vez que este assunto foi debatido de forma oficial foi no evento Conexões, realizado em Coimbra, Portugal.


Como parte de um contínuo processo de integração, a JUPLP continua a recrutar novos membros galegos e fará ações e iniciativas no sentido de apresentar a história da língua na Galiza entre os e as jovens lusófonas. Exemplo disso foi a entrevista realizada à JUPLP pelo programa “Bem-Vindos” da RTP África.


A língua galega-portuguesa começou a ser falada durante a Idade Média na região ocidental da Península Ibérica, por volta dos séculos XI e XII, dando origem à língua galaico-portuguesa. Enquanto no território português a língua se foi desenvolvendo de forma natural, na Galiza sofreu vários períodos de repressão e proibição como o foram no reinado dos Reis Católicos e durante a ditadura de Franco do século XX.


O movimento quer contribuir para que a língua na Galiza entre no universo lusófono e assim se abram janelas culturais, comerciais, econômicas e sociais.


A JUPLP acredita que a língua deve ser um elo de comunicação com outras sociedades, principalmente os que têm a língua galego-portuguesa como oficial. Este não é um processo qualquer ou um ato isolado, mas sim uma atitude de reflexão histórica e cultural, tal como uma questão de justiça.



Santiago de Compostela, Javier Pereda

100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo