Exposição em Moçambique: As vidas do saco plástico



O líder do Departamento de Inovação Social e Empreendedorismo da JUPLP, Anésio Manhiça, vai realizar a exposição “As vidas do saco plástico” em Maputo no dia 31 de maio. O evento contará com a performance do membro do movimento, Mateus Nhamuce.


A exposição é denominada “As vidas do saco plástico em Maputo” e vem a propósito da semana do meio ambiente, que se assinala no dia 05 de Junho. A inaugurar, às 17h:30min do dia 31 de Maio de 2022, convida-nos a reflectir sobre a nossa relação com o saco plástico e consciencializar sobre os efeitos do seu uso para o meio ambiente e para a saúde pública.


As fotografias foram captadas entre os anos 2021 e 2022, nas cidades de Maputo e Matola, e no distrito da Manhiça. A exposição, terá duração de um mês e é composta por 13 fotografias que nos transportam de forma muito intimista para as múltiplas vidas que o saco plástico tem nos lares, ruas, bairros e nas valas de drenagem em Maputo.


Nestes espaços o saco plástico vive como uma bola usada nos bairros, petróleo que faz o fogo doméstico, tampa das nossas refeições, paisagem da nossa costa marítima e como principal habitante das valas de drenagem. A mostra é uma produção da Kaleidoscopio – Pesquisa em Políticas Públicas e conta com o apoio do Museus do Mar, Conselho Municipal da Cidade de Maputo, António Sendi Lda, Prodata, Chongart Media, Agência Moçambicana de Tradução e Interpretação e da Missy Produções.


Ainda na senda da semana do ambiente, o autor organiza uma oficina infantil de educação ambiental, no dia 01 de Junho pelas 8h, no Átrio do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, com o objectivo de consciencializar sobre os efeitos que o consumo do saco plástico tem para o meio ambiente e influenciar as crianças a desenvolverem "acções bio-agradáveis".


34 visualizações1 comentário