Florêncio Delgado Gurriarán é o homegeado no Dia das Letras Galegas em 2022

O Dia das Letras Galegas serve para valorizar, promover e celebrar a língua galega começando a comemorar-se desde 1963, data que coincidiu com a celebração do centenário da primeira edição dos “Cantares Galegos” de Rosalía de Castro, dia 17 de maio.


Junto com o dia 25 de julho, dia da Galiza e dia de Santiago, é a data mais importante para os e as galegas, sinalizando-a anualmente. Para isso, todos os anos é lembrado um ou uma autora que tem de cumprir três requisitos: ter uma obra literária relevante escrita em galego, passar mais de dez anos do seu falecimento e ter o apoio de, pelo menos, três membros da Real Academia Galega.


Este ano de 2022, o escritor comemorado é Florêncio Delgado Gurriarán. O autor teve um papel relevante na promoção da cultura galega do século XX, foi militante do Partido Galeguista e acabou exilado no México. Foi grande colaborador de Castelao promovendo iniciativas editoriais e radiofónicas. Como poeta escreveu entre os dois mundos: a sua terra, o Barco de Valdeorras, e o seu país adotivo, o México.


Quando colaborava com a imprensa, utilizava vários pseudónimos como Korgomófilo, Nadel, Porto do Rio ou Sil.


As suas obras mais importantes são: Bebedeira (1934), Galicia infinda (1963), Cantarenas. Poemas 1934-1980 (1981) e o Sonho do Guieiro (1985).



37 visualizações1 comentário